x
Contato por E-mail
Preencha os campos abaixo e nossa equipe entrará em contato.

*Retornaremos no período de até 48h.

x
Ligamos para você
Preencha os campos abaixo e nossa equipe entrará em contato.

*Retornaremos no período de até 48h.

Ecolares | Empreendimentos - Como o futuro deve ser

Notícias

O mundo por um ângulo sustentável. Acompanhe as principais notícias.

Parte do lixo recolhido no Sambódromo do Rio será reciclado

Parte do lixo recolhido no Sambódromo do Rio será reciclado

O conteúdo do EcoDesenvolvimento.org está sob Licença Creative Commons. Para o uso dessas informações é preciso citar a fonte e o link ativo do Portal EcoD. http://www.ecodesenvolvimento.org/posts/2015/fevereiro/parte-do-lixo-recolhido-no-sambodromo-do-rio-sera?tag=rrr#ixzz3Sb47Kj3a 
Condições de uso do conteúdo 
Under Creative Commons License: Attribution Non-Commercial No Derivatives

 

s cinco dias de desfiles das escolas de samba no Sambódromo do Rio de Janeiro produziram mais de 250 toneladas de lixo. Desde a última quinta-feira, 12 de fevereiro, quando foi feita a pré-limpeza da Marquês de Sapucaí até a manhã desta quarta-feira (18), a Companhia Municipal de Limpeza Urbana (Comlurb) recolheu 250,07 toneladas de resíduos. Somente na terça-feira (17), quando ocorreu o desfile das 16 escolas mirins, encerrando as apresentações no Sambódromo, o volume de lixo removido alcançou 26, 930 toneladas.

De acordo com a Comlurb, os resíduos são levados para a Estação de Transferência do Caju, na zona portuária da cidade, onde catadores da cooperativa que atuam nessa unidade vão separar parte do material para reciclagem. O restante será levado para a Central de Tratamento de Resíduos (CTR Rio), em Seropédica, região metropolitana do Rio.

Para a limpeza do Sambódromo, os garis contaram com o suporte de 67 máquinas e equipamentos, como sopradores, caminhões basculantes e compactadores, pipas d'água com utilização de água de reúso, pás carregadeiras e varredeiras. O esquema se repetirá para o desfile das campeãs, no próximo sábado (21)A Comlurb informou ainda que o lixo recolhido das ruas da cidade após a passagem dos blocos totalizaram 94,023 toneladas, incluindo o dia de ontem (17) e a parcial desta quarta-feira. Segundo a companhia, somente o Cordão da Bola Preta, que desfilou no primeiro dia de carnaval, no sábado (14), gerou 28,6 toneladas de resíduos.

De acordo com a empresa, não há possibilidade de se fazer uma comparação com o material coletado no mesmo período do ano passado porque grande parte do lixo produzido nos blocos de carnaval foi misturada ao lixo de coleta domiciliar e de lixo público, devido à greve de parte dos garis, registrada em 2014.

O Programa Lixo Zero, que atua com 235 equipes em toda a cidade nos acessos aos blocos, nas áreas de concentração e dispersão, aplicou 216 multas nessa terça-feira de carnaval, sendo 138 por urina em espaço público. De acordo com a Lei de Limpeza Pública, os infratores são passíveis de multa no valor de R$ 170. Os bairros onde ocorreram a maior parte das infrações foram da Glória, do Flamengo e de Ipanema.

Eco D

http://www.ecodesenvolvimento.org/posts/2015/fevereiro/parte-do-lixo-recolhido-no-sambodromo-do-rio-sera?tag=rrr

Veja outras notícias
Acompanhe a Ecolares: Facebook E-mail
Av. Comendador de Vicente Paulo Penido, 564 – Pq. Residencial Aquárius | CEP: 12.246-856 | São José dos Campos-SP | Tel.: +55(12) 3519.4100